06/09/2011

Life is choices

E pronto, chegou mais uma altura super dificil....Decidir o que fazer da vida :s

Para quem não sabe, o meu curso (Engenharia Química) a partir do 4º ano divide-se em 3 ramos dos quais temos de escolher um. São eles: Processos e produto (que desde que entrei para este curso e vi esse ramo disse "É este que eu vou seguir, seguramente!"); Bioengenharia (Que NUNCA fiz tensões de seguir nem sequer de me informar melhor acerca das vagas e coisas assim) e por fim, Energias e Ambiente (que sempre disse que para isso tinha ido para engenharia do ambiente, a minha 6ª opção de ingresso no ensino superior).
Pois bem, já lá vão3 anos nos quais muita coisa aconteceu....entre elas, não fazer todas as cadeiras. Agora pensam vocês "Oh, mas isso o mais que te faz é teres de fazer um curso de 5 anos em 6..." E digo eu "Não, é bem pior que isso". A verdade é que se eu tivesse o curso +- em dia, era 'Processos ao poder' porque sempre foi essa a área que mais me fascinou e daria tudo por tudo em cada disciplina. Assim, com 8 cadeiras em atraso, é praticamente impossível...e isto porque o ramo de processos é muito mais trabalhoso...uma cadeira com apresentações semanais, outra com mais uns 4 ou 5 trabalhos ao longo do semestre, outra com projecto...e digam-me, será possível fazer tudo isso com 3 cadeiras em atraso que são essencialmente MARRAR..!?!?!? Pois, eu não sei se será possível, por muito que a área me interesse e motive....

Assim sendo, tenho 2 opções:
_Arrisco-me em Processos mesmo que isso possa significar mais de 6 anos para acabar o curso;
_Vou para Energias, mesmo não tendo tanto interesse pela área, mas sabendo que é bem mais fácil fazer (e com boa nota) cada uma das cadeiras.
Com qualquer uma delas, no final sou Engenheira Química (sem qualquer tipo de especificação no ramo que escolhi)!!

A escolha está feita, apesar de ainda ir a tempo de mudar... Mas uma coisa é certa toda a minha vida me perguntarei se fiz A escolha certa!?

1 comentário:

Síi disse...

Conheço mais ou menos esse drama, mas sinceramente não sei se fizeste muito bem. Pode ser mais trabalhoso e tal mas era o que tu querias mesmo. No entanto também podes ter uma boa surpresa com o que escolheste. É sempre muito difícil de se saber e fazer uma escolha dessas é muito mau. Quando eu fiz a escolha do meu ramo tb ainda estava indecisa e até me sentia "agoniada" por, com 21 anos, ter de decidir o que fazer com os meus (pelo menos) mais 44 anos de trabalho... isto se a idade da reforma não aumentar e se arranjar trabalho na minha área...

E isto tudo só para dizer que te compreendo perfeitamente...


Beijinhos <3
E força nisso!