27/08/2011

Regresso :)

E pronto...voltei! :)
A única "desilusão" (acho que nem deve ser chamado assim mas pronto) é o facto de ter acabado....

Acabei outro livro de Judi Picoult e ADOREI!!! Sem duvida o melhor que li ate agora.. :)
E mais uma vez, fez-me pensar....pensar na amizade retratada no livro e até que ponto isso não acontecerá por vezes comigo, ou melhor, a mim.... enfim, leiam que vale a pena!

"Há 2 maneiras de ser feliz: melhorar a nossa realidade, ou baixar as nossas expectativas"
"O facto de acreditarem ou não no destino resume-se a uma coisa: quem culpa, quando algo corre mal. Acham que a culpa e vossa - que se esforçassem mais, tal não teria acontecido? Ou limitam-se a atribuir a culpa às circunstâncias?"

Estas foram duas das frases que mais gostei no livro :)


Como em tempo de férias dá sempre para ler comecei a ler outro livro. Este foi-me emprestado por uma das minhas irmas, visto que lho ofereci no Natal e avisei logo que o queria ler quando acabassem. Elas gostaram muito e pelo que já li, estou a gostar da forma de escrita do autor.


SINOPSE
Uma história encantadora repleta de fantasia, suspense e amor.O insólito encontro entre Juliette e Sam é explosivo e mágico. Mas o apaixonado fim-de-semana que vivem juntos é maculado pela mentira. Sam, viúvo, diz ser casado; Juliette, empregada num café, diz ser advogada.Juliette tem de regressar a Paris e Sam acompanha-a ao aeroporto. É o instante decisivo em que o destino de ambos pode mudar, mas nem um nem outro ousa pronunciar as palavras necessárias.Meia hora mais tarde, chega a notícia: o avião de Juliette explodiu em pleno voo. Sam é agora um homem desesperado. Está longe de imaginar que a história deles não acaba aqui...

16/08/2011

FÉRIAS!! :)

E pronto, finalmente aqui vou eu, para as tão merecidas e saudosas férias.....

Desta vez, nada de aventuras e experiências para Espanha ou cruzeiros...
Desta vez estou de volta à fantástica Praia da Rocha....


Há 3 anos que lá não vou....será que está muito diferente?!
Ou será que vou ter o mesmo Verão de há tantos anos seguidos?!
Seja como for, as praias não mudam muito, penso eu...por isso, esta sei que tem areia e que a água é do melhor :)
Certamente desta x não regressarei com um post de desilusão e más experiências :D

E não querendo fazer qualquer tipo de publicidade visto que não recebo para isso, despeço-me com eu TÉ JÁ! :D  (não pode ser um "ate daqui a muito tempo" porque apesar de serem cerca de 10 dias, parecem sempre pouco tempo :( )



14/08/2011

Razões ou simples desculpas?!

Não sou exagerada, apenas há coisas que me irritam mais facilmente que a ti.
Não sou rancorosa, apenas há coisas que não consigo esquecer.
Não sou perfeita, apenas sei que há coisas que fazia de forma melhor.
Não sou exigente, apenas há coisas que só aceito se forem assim.
Não sou falsa, apenas quero mostrar sempre um sorriso (por pior que possa estar).
Não tenho medo de dormir sozinha, apenas me sinto melhor contigo do meu lado.
Não sou a dona da razão, apenas estou certa do que digo.
Não sou orgulhosa, apenas confiante e não dou facilmente o braço a torcer.


Não sou o que queres que eu seja, apenas amas a pessoa que sou!

09/08/2011

Palavras para que...?


06/08/2011

Será que vai tocar a quem deve?

Para os interessados acerca do post anterior, aqui fica o resultado:
(minuto 11:29)





 Digo já que a nós,o que nos disseram, é que era culpa do IPS...e quanto ao aviso aos dadores, na verdade não existe. Nem mesmo no balcão de informações sabiam responder...a única coisa que os funcionários do hospital disseram foi  "Está fechado... não sabemos nem podemos dizer mais nada"

 Agora resta é saber se tocará a quem deve e se esta situação não se repete...nem aqui nem em qualquer outro lado.

Dar sangue...

"Incentivar a população a doar sangue para reabastecer as reservas nacionais, que diminuem no verão, é a missão de uma campanha que decorre em Agosto em cinco praias do país e que foi hoje apresentada em Faro.
A campanha nacional "Dador-Salvador", promovida pelo Instituto Português do Sangue (IPS), visa sensibilizar a população, sobretudo os jovens, para a necessidade de doar sangue na época do ano em que os "stocks" mais diminuem.
(...)
Em Portugal existem cerca de 500 mil dadores inscritos mas a maioria tem mais de 50 anos e a ideia é cativar mais jovens, referiu aquele responsável, que “nomeou” o surfista Tiago Pires ("Saca") e a judoca Telma Monteiro como embaixadores desta missão."



Pois bem minha gente...é muito fácil pôr a culpa nos jovens e dizer que estes não apoiam boas causas e tal....mas a verdade não é bem essa! Sou dadora e no mínimo tento dar 2 vezes por ano. Hoje fui a Viseu, de propósito para dar sangue...e heis o que me aconteceu:
Ao chegar ao hospital, dirigi-me ao sitio que é suposto para ar sangue e estava fechado....mas uma vez que a organização do local é quase inexistente (assunto que também daria pano para mangas mas nem vale a pena), dirigi-me à entrada principal do hospital e perguntei a um segurança onde podia ir para o efeito e a resposta que obtive foi: "Ultimamente as dádivas de sangue eram somente às 4ªs e sábados, mas agora já nem isso..."
Pois é, estava eu, o meu irmão e mais outro jovem para a mesma coisa....3 jovens. Idades inferiores a 30 anos. ...e a verdade é que já não recolhem sangue...não por falta de meios mas sim porque "temos excesso de sangue armazenado".




Tal como disse o outro jovem, pode ser mau ter feito a viagem em vão...mas fiz porque queria ser útil....só que pior que tudo isso....são aqueles que morrem por falta de sangue, aquelas famílias que perdem alguém por não haver sangue compatível e afinal, podia um de nós ter ajudado a salvar essa vida!


Agora pergunto-me eu....se Viseu não tem IPS para poder recolher e dar a qualquer hospital da região que precise, porque é que não dá o "excesso" ao IPS de Coimbra (para quem não souber, é este o IPS responsável por esta zona do país) para que este distribua pelos hospitais que precisam?! Porque razão o Hospital de São Teotónio de Viseu há-de recolher sangue só para uso dentro do hospital e o resto é considerado "excesso"?!
É assim que querem incentivar os jovens a dar sangue?! É assim que querem que, mesmo em tempo de férias que é quando, infelizmente, mais se precisa nos dirijamos a certos locais de propósito para a dádiva?!
É claro que isto não me faz baixar os braços até porque, como estudo no Porto, tenho lá o IPS que não recusa sangue e periodicamente se dirigem às faculdades da UP para recolha e incentivo dos jovens. Mas que isto não se compreende, não!
É lamentável....

E claro, a culpa é dos jovens!