27/10/2008

PORTO

well well well

Finalmente dei o passo pelo qual talvez esperasse ha' algum tempo..
Queria sair d santa terrinha, queria sentir a liberdade, queria mudar de lugar, deixar para tra's alguns stresses...Queria isto.....
Agora q sai d mangualde, que me encontro "sozinha" penso pk sera' que tanto quis isto...Agora kia mt msm voltar a estar no secunda'rio, com os amigos d smp, com os meus pais, na terrinha ond podia nao se passar mt mas nos faziams com que cada dia valesse a pena....

Novos amigos, novas rotinas, novos horários, novo ritmo (muito mais acelerado), novos profs.

Tanta mudanxa a minha volta gerou também uma mudança em mim, inconscientemente mudei, um pco para pior segund a opinião de quem e' realmente importante para mim. Eu não queria mudar, não queria agir de forma diferente com o meu amor nem com os meus amigos, não queria tornar-me fria para aqueles que conhecia...mas mudei...
...Talvez por o ritmo ter acelerado excessivamente em tao pouco tempo e eu me ter, de repente, apercebido de que não tinha tempo para o que queria...
...Talvez porque criei um "escudo" para não sofrer tanto a ausência dos que adoro acabando por magoar essas mesmas pessoas...
...Talvez a mudança tenha sido inevitável ou simplesmente eu seja uma fraca e não lutei contra essa mudança.

Diferenças verificadas e xatices criadas....ms agora não quero falar nisso!

Contudo nem tudo foi mau!
Gosto de conhecer novos amigos, e e' o q tenho feito....quer dizer....não sei se posso dizer que fiz amigos, pois ao longo de tantos anos com os mesmos amigos, passei a ter uma nova definição de amizade...
Aqueles que conheci agora inda não podem ser considerados amigos, mas são conhecidos a percorrer comigo o caminho em direcção 'a felicidade. Conhecemo-nos 'a pouco tempo mas salvo raras excepções todos "caimos de paraquedas", sem aqueles amigos vdd, com um ritmo acelerado, com a cabexa a mil 'a hora....E tivemos a "obrigação" de nos aproximarmos uns dos outros. Afinal de contas e' a estes novos conhecidos que temos de procurar ajuda qd precisarmos em assunts d faculdade, e sera' a no's que eles pedirão ajuda quando precisarem.
Pco mais de um mes ja' deu para perceber +- em quem posso ou não confiar para o essencial, quem pode ser uma possível amizade ou, por outro lado, de quem quero manter distância.

agora, depois de todo este texto, sinto-me uma parva, um simples ser que comexou a escrever sem nexo e agora não sabe como acabar....
e' verdade.....poemas não tenho escrito muito e quando escrevo não sai nada de geito, e eu até gostava do que escrevia...e simples textos,são sem nexo e fico sem saber como acabar.... =(






.......... ...........








simples rabiscos '_'

3 comentários:

The [R]iP disse...

caloiro nao se lamenta...
custa a todos.. a uns mais que outros... embora nao gst mt do ke li mas e a vdd.. kero ke superes issu e voltes a ser a minha menina fote...
Adoro-te

Sarah disse...

Amor!
Como eu te percebo -.-'
Tal como tu tambe'm eu dava tudo para voltar a ser a menina do Liceu, voltar a ter os meus verdadeiros amigos comigo, voltar a viver tudo aquilo, essencialmente o 12ºano, voltar simplesmente ao passado.
Ontem quando estávamos ao telemovel deu para matar um bocadinho as saudades mas continuas tão distante, tu e todos os outros, de mim =X
Tu, o Jer, a Daniela. . O nosso grupo inseparável que agora está espalhado pelo país, estes laços que estão a quebrar-se cada vez mais e a uma maior rapidez.
NAO QERO QUE ISSO ACONTEÇA! Vocês são tudo!
E quando dizes que não sabes se podes considerar as pessoas que conheceste na UNI como amigos, pelo menos para mim todas as pessoas que até agora conheci algumas delas já considero amigas e sabes porquê? Por que elas podem ser amigas mas vocês são como meus irmãos! Tudo o que vivemos, tudo o que sofremos juntos mas sobretudo tudo o que rimos. . . Isso faz de nós uma família! Uma família que eu nunca quero perder! Sim, já estou com os olhos marejados de lágrimas, ( quase a vir-me como costumavamos dizer *.*) mas teimo em continuar. . por muito que eu escreva sobre voces nunca me hei-de cansar, parece que fica sempre algo por dizer, algo por lembrar, algo que se nao for falado pode cair no esquecimento.
Llembras-te de te ter dito ontem que a cada dia que passava sentia mais a vossa falta? E' verdade. Quando há alguma situação mais perversa, quando estou numa aula e por alguma razão um professor diz algo mais arrojado sinto falta de olhar para o lado e não ter ninguém com quem comentar, de chegar o intervalo e não ter o Jerome aos berros do outro lado da escola, as vzes fazia mesmo isto :$, a chamar-me Maçaroca e depois a slatar-me para as costas, de te ver e ir a correr abraçar-te ou para trocarmos de lenços *.*, de passar o tempo todo a rir com vocês, de me conseguir alegrar só pelo facto de estarmos juntos. Tudo isso faz-me tanta faltaa! Tudo bem que temos os telemoveis, temos as mensagens, os telefonemas, mas não é a mesma coisa.
Sinto que tudo isto se está a perder aos poucos.
E cada vez dói mais a vossa ausencia.

Aconteça o que acontecer, AMO-VOS *.*

Foram e continuam a ser as pessoas mais importantes da minha vida, a família que eu escolhi, as minhas razões de viver, os meus orgulhos, os meus irmãos.
Mais que uma comunidade, uma vida!

<3

PS: Continuas a escrever lindamente, como sempre o fizeste e has-de fazer.
BjuO*

Continua <'3

Vera Ramos disse...

Mudas-te??
Pois..isso e mau..
Mas ainda bem k t adaptas-te aos novos amigos e assim...
É verdade..ser caloiro não e facil...
Eu no inicio kase k kria desistir...odiei tudo...mas pronto..temos k fazer um esforço e tudo melhora...
Continua como eras, os teus amigos continuam teus amigos...
Bjokas***