20/09/2009

A paixão e um coração com medo de se apaixonar (continuação)

Passaram-se mais uns dias e ela voltou a ficar bela, encantadora...com a sua força e a minha, JUNTAS, conseguimos voltar a fazê-la brilhar, viver e sorrir! Passam os dias e tê-la do meu lado é das melhores coisas que existe... Pode ter sido um erro trazê-la comigo, pode ter sido a melhor decisão...mas o certo e' que, com ela, voltei a sorrir, voltei a encontrar-me, voltei a aprender! ;)
Se a tivesse deixado ficar e apenas a fosse visitar diariamente, certamente não haveria certos momentos em que a vejo triste, desanimada....mas será que isso não seria pior?! Será que assim ela não se sentiria sozinha e infeliz mesmo que na minha presença parecesse feliz?! Trazendo-a comigo sinto-me como não me sentia há muito tempo...com ela sorrio, com ela aprendo, com ela vivo intensamente cada dia. É certo que por vezes a encontro desanimada, fragilizada...mas assim, com ela do meu lado, posso ajudá-la, posso mostrar-lhe que estou sempre do seu lado e que pode contar comigo. Se a tivesse deixado ela sofreria , em silêncio, sem saber que há quem a conheça, quem a compreenda, quem a ame! Ou estarei errada?! Qto a mim, posso dizer que, se foi um erro, algo aprenderei com ele mas, enquanto me parecer a escolha acertada, quero alimentar e admirar esta paixão e por de lado o medo que tinha de me apaixonar, pois estou feliz assim! Qto à paixão que trouxe comigo em vez de a deixar sossegada onde estava, só ela sabe e pode dizer se está mehor assim ou estava melhor no início.

2 comentários:

Anónimo disse...

Gostei imenso.
Respondi ao teu comentário no respectivo post.
Prometo cá passar para dar o comentário devido

Bons olhares*
Transparência das asas

Pedro disse...

é bom partilhares a felicidade, é raro quando literalmente a literatura o faz.
tens jeito para a coisa. potencial, algum aproveitado outro não. gostas da simplicidade e és minimalista, gostei disso.
Props :)